O que é o Coaching
Considerações sobre este processo de desenvolvimento


Por Yuri Machado


Leia também


O Coaching pode ser entendido como um processo de parceria entre o cliente que busca desenvolvimento (também chamado de coachee) e que contrata o serviço e o profissional qualificado — denominado coach — que atua como facilitador. É também um processo de tomada de consciência para agir com eficácia na direção dos objetivos.

O processo de Coaching pressupõe um gap ou hiato entre o estado atual (onde você está atualmente) e o estado desejado (onde você quer chegar). Também são levados em consideração os recursos (que o cliente já tem ou pode desenvolver) e eventuais obstáculos.

O Coaching surgiu na década de 1970 e teve sua origem no ambiente esportivo.  A origem esportiva do Coaching se explica a partir do trabalho desenvolvido por Timothy Gallwey (precursor) professor de tênis da equipe da universidade de Harvard. Ele escreveu diversos livros sobre o tema, dentre eles o famoso "O jogo interior do tênis", em que ressalta que na maioria das vezes o maior obstáculo não é o adversário do outro lado da quadra, mas a própria pessoa e seu dialógo interno.

Consagrado nos esportes, não demorou muito para que o Coaching chegasse ao ambiente organizacional. A proposta do Coaching — e as diversas oportunidades para desenvolvimento de competências, aumento de performance, bem como preparação para carreira — foi ao encontro dos interesses corporativos.

Essa modalidade, denominada Coaching Executivo, tem como uma das principais referências John Withmore, responsável pelo consagrado "Modelo G.R.O.W.", estratégia extremamente eficaz de resolução de problemas e estabelecimento de metas.

Diferente do coaching executivo, o Coaching de Vida busca uma perspectiva mais holística — pensar a pessoa como uma totalidade desde o momento em que o cliente vem para o processo. Nesse sentido, o coach lança mão de um dos principais instrumentos de levantamento de dados, a chamada Roda da Vida, que possibilita uma ampla visão de como o coachee (cliente) avalia as diversas áreas da vida.

 

 

O Coaching de vida objetiva ajudar os clientes a criar satisfação, propósito e realização. Auxilia o cliente a desenvolver habilidades e estratégias e promove uma reflexão que ajuda a descobrir o que é a vida autêntica e feliz.  A partir daí, o coachee visa estabelecer e alcançar seus objetivos, remover obstáculos e criar visões que sejam suficientemente mobilizadoras e elaborar planos e estratégias para transformá-las em realidade.

Os coaches também podem trabalhar com os clientes para clarificar valores e ajudar a definir o que é uma vida plena para eles, ajudam os clientes a examinar as situações a partir de diferentes perspectivas, propondo  ao cliente vislumbrar vários cenários possíveis.

O advento do Coaching de vida é atribuído a Patrick Williams. Quando ele fundou o Institute for Life Coaching Training (em 1998), inicialmente denominada Universidade Terapeuta, existiam poucas escolas de formação em coaching e a profissão de coaching estava dando seus primeiros passos.

Com a experiência de quem já havia atuado como coach executivo, Pat Williams procurou ampliar as práticas para incluir coaching de vida, sendo  fundamental para o aproveitamento de profissionais de ajuda (psicólogos, conselheiros, etc.) e suas habilidades para a transição para a atuarem  como coaches. Assim, ele começou a trabalhar de forma independente com alguns indivíduos e pequenos grupos de terapeutas que ficaram interessados na nova profissão.

O Coaching — tanto o pessoal (Life Coaching) quanto o profissional (Executive Coaching) — surgiu como uma carreira forte e personalizada nos últimos anos e vem buscando oferecer um novo paradigma de como as pessoas que procuram ajuda para lidar com as transições da vida e propor um "facilitador" para que a partir dessa parceria ele possa construir  sua concepção de seu futuro desejado.

Nesse processo, aumentar a conscientização dos clientes é fundamental, pois é partir daí que surge a idéia de escolha. O Coaching ajuda as pessoas a se concentrar no que eles querem e aumenta a sua consciência, ampliando as possibilidades e produzindo confiança na capacidade do cliente de criar o futuro desejado.

Enquanto a consciência dos clientes se expande para incluir um leque maior de escolhas, eles aprendem a confiar em si mesmo e confiar no processo de Coaching como um grande apoio que lhes permite sair de (ou ampliar) sua zona de conforto. Os clientes se envolvem no processo porque querem promover mudanças e alcançar resultados.

Dos profissionais facilitadores são exigidas algumas competências essenciais. Bons coaches são treinados para ouvir, observar e personalizar a sua abordagem às necessidades individuais do cliente. Eles buscam obter soluções e estratégias do cliente e mantém firme a crença de  que o cliente é naturalmente criativo e dotado de recursos.

Embora o Coaching ainda seja visto como um fenômeno relativamente novo, seus fundamentos remontam a moderna psicologia e a tradição filosófica. Mesmo tendo experimentado um grande crescimento - em especial  no âmbito organizacional - a consagração do processo de Coaching  passa necessariamente pela consolidação da fundamentação teórica, a capacitação adequada dos profissionais e o agir responsável, fatores críticos de sucesso quando o que está em jogo é a vida de outras pessoas. Nesse sentido, considero que profissionais da área da psicologia e estudantes têm um papel de grande relevo.

 

Terminologia

  • Coaching é o processo de desenvolvimento em que o profissional certificado atua como facilitador.

  • Coach é o profissional que exerce a profissão.

  • Coaches é o plural de coach.

  • Coachee ou cliente é aquele que passa pelo processo de Coaching.

 



Este texto pode ser reproduzido sem finalidade comercial, sob as seguintes condições:
- Identificar claramente o nome do autor.
- Criar link para a url desta página ou informar a url por extenso.
- Comunicar o uso enviando e-mail para edwin.karrer@sobrepsicologia.com.br com informações de data e endereço (ou outra especificação) da publicação.


Gostou desta página?

Então acesse abaixo e
compatilhe com seus amigos
onde você desejar
 

Os comentários aqui no site são feitos via Facebook, por isso você precisa estar logado lá se quiser participar. Certifique-se de que seus comentários não desrespeitem as regras de conduta e postagem contidas em nossos Termos e condições de serviço. Os comentários são de inteira responsabilidade de seus respectivos autores.
 

Artigos Vídeos Psicoterapia Orientação Profissional Workshops Contatos